Quase tudo o que surgiu em termos de física no século 20 tem-se como referência um nome: Albert Einstein.

Einstein foi o primeiro a dizer que um feixe de luz não quer dizer somente uma onda eletromagnética com suas características usuais de freqüência, amplitude e fase.

Para explicar alguns fenômenos da época Einstein propôs que a luz é feita de entidades discretas separadas e distintas entre si com uma energia proporcional a onda de freqüência luminosa: que são os fótons.

Então por volta de 1917 Einstein em seus experimentos descobriu uma teoria de emissão estimulada, somente faltando a amplificação para conseguir o raio laser.

Antes do laser existia o MASER inventado por Charles Townes na década de 50 em que o funcionamento é semelhante ao LASER com a diferença de que em vez de átomos excitados Charles Townes usou moléculas de amônia como meio ativo.

Ao ser excitada por um agente externo a molécula de amônia entra em vibração com uma freqüência de micro ondas.

Logo que o MASER foi demonstrado, começou-se uma busca incessante por um MASER ótico, isso quer dizer, um dispositivo que emitisse um feixe coerente com freqüência na região da luz visível.

Townes e Arthur Schwlow propuseram um arranjo com uma cavidade contendo meio ativo e dois espelhos como descrito no laser.

Mas Foi Theodore Maimann que construiu o primeiro MASER ótico, Maimann sugeriu o nome de LOSER (LIGHT OSCILLATION BY STIMULATED EMISSION OF RADIATION), mas como LOSER em inglês significa perdedor sendo por isso trocado para LASER.

Em julho de 1960 Theodor Maimann anunciou o primeiro laser, sendo de Rubi.

LASER é na verdade uma sigla americana de LIGHT AMPLIFICATION BY STIMULATED EMISSION OF RADIATION, amplificação da luz por emissão estimulada de radiação.

Que consiste em uma fonte geradora entre dois espelhos sendo um totalmente refletivo e um parcialmente refletivo, o qual chamamos de ressonador ótico.

A energia poderá ser por descarga elétrica, no qual os átomos ou moléculas são estimulados, iniciando nesse instante uma emissão espontânea de uma energia na forma de luz (fótons).

A luz é refletida entre os espelhos de modo a ocorrer uma amplificação, a luz que passar no espelho parcial será chamada de raio laser.